Vendas globais de DVD e Blu-ray caem pela metade em cinco anos

Entretenimento

As bilheterias dos cinemas vêm aumentando seu faturamento ao redor do mundo, e a indústria do entretenimento doméstico segue crescendo graças ao streaming de séries e filmes. Enquanto isso, o DVD e o Blu-ray vêm sendo lentamente deixados de lado: suas vendas globais despencaram de US$ 25,2 bilhões em 2014 para apenas US$ 13,1 bilhões em 2018.

Dicas Úteis Online Vendas globais de DVD e Blu-ray caem pela metade em cinco anos

Essa queda de 48% no faturamento em cinco anos “reflete a mudança para opções digitais”, diz um relatório da MPAA (Motion Picture Association of America). A venda de entretenimento em mídia física sofreu queda tanto dentro quanto fora dos EUA.

Enquanto isso, os gastos com entretenimento digital — incluindo aluguel, compra e streaming — dispararam 170% no mesmo período, atingindo US$ 42,6 bilhões mundialmente em 2018. Inclusive, as assinaturas de streaming de vídeo ultrapassaram a TV a cabo pela primeira vez.

Como nota o Ars Technica, o mercado de mídia física não deve se recuperar com o lançamento do Blu-ray 8K ou outros formatos focados em qualidade de imagem e som. Nos EUA, a venda de discos Blu-ray 4K corresponde a apenas 5,3% do total, contra 57,9% do DVD — é isso mesmo o que você leu.

A Samsung foi a primeira a anunciar um player de Blu-ray UltraHD com resolução 4K. Este ano, ela deixou de produzir players de Blu-ray nos EUA; a fabricação também foi encerrada no Brasil. De acordo com a Forbes, a coreana estava cogitando lançar um modelo intermediário no mercado americano, mas o plano foi cancelado.

Dicas Úteis Online Vendas globais de DVD e Blu-ray caem pela metade em cinco anos

Eu tive um pouco de dificuldade em me lembrar a última vez que comprei um DVD. Isso faz alguns anos, quando eu estava procurando um filme que assisti na Netflix: queria tê-lo comigo mesmo se ele saísse do catálogo, e queria assistir aos extras — algo que os serviços de streaming não incluem.

Antes disso, fiz algo semelhante: comprei o box de DVD de uma série difícil de encontrar. Ela nunca foi lançada em Blu-ray, mas tanto faz, porque eu nunca tive um player compatível.

A mídia física certamente tem suas vantagens: sua série ou filme estará sempre disponível, sem depender de acordos de licenciamento como na Netflix e semelhantes; você terá acesso a conteúdo extra; e será possível desfrutar de uma qualidade maior de imagem (no caso do Blu-ray). No entanto, isso não é o bastante para convencer muitas pessoas a gastarem R$ 20 em um DVD ou R$ 40 em um Blu-ray.

Vendas globais de DVD e Blu-ray caem pela metade em cinco anos

Dicas Úteis Online Vendas globais de DVD e Blu-ray caem pela metade em cinco anos
Dicas Úteis Online: Tcnoblog Entretenimento

Deixe um comentário