Dicas Úteis Online Galaxy A9 chega ao Brasil com quatro câmeras

Galaxy A9 chega ao Brasil com quatro câmeras

Tecnologia


A Samsung realizou o primeiro evento nacional nesta terça-feira, 22 de janeiro, para apresentar o Galaxy A9, modelo 2018. O dispositivo tem hardware quase de top de linha, com muitos recursos até hoje exclusivos das linhas S e Note… e cobra o preço por isso.

Quer conhecer melhor o primeiro smartphone com quatro câmeras traseiras do mundo, e também o primeiro novo modelo lançado no Brasil em 2019? Veja as nossas primeiras impressões abaixo, incluindo algumas fotos que tiramos para testar a qualidade das câmeras.

O Galaxy A9 tem hardware poderoso, além das quatro câmeras na parte traseira. O corpo é construído em metal, com acabamento em vidro na frente e atrás. A única gaveta de chip fica na lateral superior, com três slots: dois para chip de operadora, e um para expandir a memória, que já é de 128 GB.

Na lateral inferior, temos uma entrada USB-C e o conector P2 para fone de ouvido. Se a Samsung não removeu essa portinha de seus flagships, não teria motivos para tirar dos intermediários.

Dicas Úteis Online Galaxy A9 chega ao Brasil com quatro câmeras

A parte frontal tem uma tela de seis vírgula três polegadas, maior que a do S9 Plus e menos que o Note 9. Mas o corpo do dispositivo é maior até que este segundo, devido à ausência das laterais curvas da tela, totalizando 162.5 x 77 x 7.8 mm. Mas é mais leve que o phablet, pesando 183 gramas.

Na parte de trás, um leitor de impressão digital fica no centro, com as quatro câmeras no canto esquerdo, posicionadas na vertical.

No interior, além dos 128 GB de armazenamento, expansíveis via cartão micro SD de até 512 GB, o A9 tem a plataforma Snapdragon 660, que ainda é uma das opções mais potentes da Qualcomm para os smartphones intermediários. São ainda 6 GB de memória RAM, o que o deixa bem próximo do S9 Plus e Note 9 em hardware – perde, claro, pelo chipset.

Passando brevemente pelos recursos, o A9 tem o Android 8.0 embarcado ainda, mas será atualizado para o Pie em algum momento nos próximos meses, com a nova interface OneUI. O dispositivo tem todos os recursos presentes na linha Galaxy A8, como Samsung Pay, Dual Messenger e outros. E, pela primeira vez em um intermediário, a Samsung oferece a Bixby Voice.

Por fim, para manter tudo isso funcionando, uma bateria de 3.800mAh, o que deve garantir duração razoável.

“Mas pra que esse número ignorante de câmeras”, você deve se perguntar. É que cada uma tem função específica. Como um fotógrafo profissional, que anda por aí com várias lentes para trocar em sua câmera. Aqui, a troca é mais simples – mas significa, também, a troca do sensor, diferente das DSLR ou mirrorless do mercado.

A câmera principal tem resolução de 24 MP, com uma lente, digamos, normal. Ao que parece, é a que tira as fotos de melhor qualidade na maior parte dos cenários. Essa câmera é a terceira de cima para baixo.

Então vamos seguir agora do topo. O sensor mais em cima é um grande-angular de cento e vinte graus, pensado para tirar fotos com muito cenário ou grandes grupos de pessoas. Porém, dependendo da sua distância para o objeto da foto, a imagem pode ficar distorcida.

A segunda câmera já é uma teleobjetiva, que aproxima a imagem e permite zoom ótico de até duas vezes, para tirar fotos de objetos dos quais você não pode se aproximar demais por algum motivo. Essa é a câmera a mais em relação ao Galaxy A7, lançado no fim do ano passado aqui no Brasil.

Por fim, a quarta e última lente, logo abaixo da principal, é só um sensor auxiliar para as fotos com o Foco Dinâmico da Samsung.

E outra novidade é que, finalmente, a Samsung trouxe um intermediário que grava vídeos em 4K. Porém, ainda não tem a opção do Full HD em 60 quadros por segundo, e os ajustes no modo manual são tão limitados quanto os do Galaxy A8 e outros modelos da linha.

Para quem gosta de tirar selfies, o A9 tem um sensor frontal de 24 megapixels com abertura f/2.0. É uma câmera boa, apesar de ter o processamento pesado da Samsung nas fotos frontais, considerado um dos grandes problemas também em seus flagships.

Mas até que o A9 tira boas selfies, se você não se incomoda com o embelezamento forçado – que insiste em existir, mesmo desligado.

Deixe um comentário